Segmentação geográfica: Quais os tipos e porque utilizar

Você está planejando a sua próxima campanha de marketing e identificou o seu público-alvo. Ótimo. No entanto, ao utilizar esse perfil de audiência no seu plano de marketing, algo pode parecer estranho. Afinal de contas, se imaginar outra empresa de marketing, não lhe pareceria estranho ser agrupado em um grande número de pessoas com quem não partilha nada em comum?

Mesmo que você e outra pessoa gostem de produtos semelhantes, continuam a ser pessoas diferentes. Têm a sua própria personalidade e história. É por isso que os marqueteiros gostam de usar a segmentação: organizar o seu público em diferentes grupos, dependendo das suas características.

Temos, portanto, a segmentação psicográfica, que consiste em dividir o seu público com base em quem eles são. A segmentação comportamental, que divide o seu público pelo comportamento. E por fim, a segmentação geográfica, que vamos aprofundar neste artigo.

Vamos examinar então o que é segmentação geográfica e que tipo de dados geográficos você pode usar.

segmentacao geografica

O que é a segmentação geográfica e porque deve ser utilizada

A segmentação geográfica é a prática de colocar o seu público em diferentes grupos com base na sua localização.

Por que razão deveria visar o público pelo local onde vivem? Mesmo no mesmo país ou região, cada lugar tem o seu fuso horário, cultura e pessoas. Estas diferenças lhe dão muitas oportunidades para apelar às pessoas com base nos ambientes que as rodeiam.

Uma vez entendido o que torna as áreas do seu público únicas, pode personalizar o conteúdo da sua página de destino de acordo. Os membros da sua audiência irão sentir mais como se estivesse falando com eles, em vez de um grupo genérico de pessoas.

Leia também:  Marketing de Afiliados: Ganhar dinheiro online

Que dados geográficos podem ser utilizados

Utilize táticas como a realização de pesquisas ou a verificação de dados das suas vendas, website ou seguidores dos meios de comunicação social. Agora, pegue esses dados, e vamos ver como podem ser utilizados para personalizar as suas páginas.

País, estado, cidade ou bairro

O método mais conhecido de segmentação geográfica envolve a divisão do seu público com base na região. Pode reduzir esta abordagem para um nicho tão pequeno como um código postal ou tão largo como um país, dependendo da sua estratégia.

Esta tática funciona bem para as empresas locais que tentam pegar as pessoas na sua área. Quase um terço dos compradores online procura diariamente empresas locais, lhe dando toneladas de oportunidades para atrair novos clientes.

Clima

O clima é uma variável de segmentação geográfica interessante. Pode não importar frequentemente para a maioria das indústrias, mas quando se analisa, se torna óbvio.

Imagine se aparece para você uma página oferecendo algo de frio em pleno verão. “O que vou fazer com isto?” pensaria você. No entanto, o anunciante opera no hemisfério oposto, por isso não pensaram muito no seu alvo para regiões diferentes.

Lançamentos regionais

Um lançamento regional lhe dá a oportunidade de visar um novo segmento de audiência: as pessoas que vivem no seu novo local. Pode simplificar a sua experiência de lançamento, criando e comercializando este segmento desde o início.

Uma página de lançamento regional oferece toneladas de oportunidades de marketing únicas. Por exemplo, a sua nova loja, produto, ou serviço poderá ter características únicas que poderá destacar.

Tipo de população

Se você vive na cidade e vai para o campo ou vice-versa, poderá ficar surpreso ao ver como as composições populacionais criam culturas tão diferentes. Os clientes urbanos e rurais têm necessidades, situações de compra e interesses diferentes.

Leia também:  Erros de mídia social que sua empresa está cometendo

A maioria das áreas com um elevado número de marqueteiros são urbanas, mas os marqueteiros precisam de se lembrar desta diferença para melhor segmentação geográfica.

Artigos recentes

Histórias relacionadas